Lei Anti-fumo é geradora de Ofensas?

Adoro a Internet. É uma maneira excelente de fazer uma pesquisa sociológica sem tirar a bunda da cadeira. Uma de minhas últimas conclusões é a de que realmente as pessoas estão ficando cada vez mais com mais ferramentas nas mãos e com menos habilidade para usá-las.

Li alguns dos comentários feitos esta semana sobre a interferência da nova lei de fumo para o Estado de São Paulo na já antiga lei do Silêncio, esta controlada pelo órgão chamado de Psiu. Resumidamente, com a aplicação da nova lei anti-fumo, a tendência é que os fumantes busquem o lado de fora dos bares e casas noturnas para "pilarem seu vício", levando então consigo "parte do bar", pois raramente eles virão sozinhos (o acompanhamento tradicional mínimo será composto de uma garrafa de cerveja, um cinzeiro, outros fumantes e uma vez ou outra mais um amigo fumante-passivo). Com isto, o barulho fora dos bares aumenta. Vizinhos reclamam do barulho que antes da aplicação da lei era consideravelmente menor, em função da concentração maior de pessoas dentro dos bares. Ou seja, torna-se um novo problema.

Independente da discussão das leis, o que me instigou foram os comentários colocados pelos blogueiros e internautas do UOL, divulgador da matéria. Impressionante a falta de argumentação que as pessoas têm, como são pobres seus comentários. Não há nada para se aproveitar das muitas "opiniões" cheias de imparcialidades, ofensas e grosserias.

É tão difícil assim se expressar de maneira que o outro entenda o que se quer dizer?

Vejam o link e depois me respondam sobre as barbaridades ditas nos comentários.

http://noticias.uol.com.br/ultnot/multi/2009/08/14/04023766CC890366.jhtm

 

De 101 Most Something para os 10 mais...

Fazendo uma pequena atualização em minha lista de contatos interessantes acabei encontrando esse misto de Blog com Site que é no mínimo interesssante.

http://lista10.org/

Sugiro darem uma olhada. Trata-se de alguém (ou alguéns) que se dispôs (ou dispuseram) a fazer lista dos 10 mais de tudo o que der na telha dos caras.

No mínimo vale uma visitada só para conferir.

Li no Twitter de uma de minha followers, a Adrianisia (http://twitter.com/adrianisia) um tópico sobre um site que achei no mínimo interessante. Trata-se do Bom de Humor (http://www.bomdehumor.com.br).

Calma, não é nada relacionado a auto-ajuda ou coisa semelhante. Pelo que naveguei, é realmente um site de alto astral que dá dicas de ocmo se divertir em diferentes locais do Brasil, trazendo notícias de cinema, gastronomia, bares, artes e espetáculos, etc. Enfim, diversão.

Depois entrem lá.

Como diz o velho deitado: "Uma imagem..."

Notícia Buembástica!!

Ontem fomos eu e minha esposa ao médico e confirmamos. Ela está Grávida!! EU VOU SER PAI!!!!!!

Depois escrevo um pouco mais a respeito. É só esperar a ficha cair...

Corrida no Ibira

Ontem fui correr no Ibira à noite. Para quem não conhece, o "Ibira" é o Parque Ibirapuera, localizado na região centro-sul de São Paulo, em frente à Assembléia Legislativa.

De uma maneira a tentar virar rotina, combinei com meu amigo Fabiano para chegarmos lá às 20:30h. Tarde, mas é Rodízio do camarada e o único dia em que podemos correr juntos.

Impressionante a quantidade de pessoas no parque a esta hora. Não que não seja agradável, ao contrário, mas espanta. Estamos falando de um parque no meio da cidade de São Paulo, ruidosa, poluída, violenta visualmente e criminalmente, numa noite de inverno não muito fria (mas certamente nada quente), com ventos gelados iluminação falha em alguns pontos e mais de quinhentas pessoas se exercitando, com roupas leves (alguns doidos sem camisa e outras doidas somente de TOP, exageradamente), sozinhas ou em grupo, mas com um único objetivo: sentir-se melhor consigo mesmo.

Se isso não for motivo para dar continuidade a esta tentativa de estabelecimento de rotina de corridas, não sei mais o que pode ajudar. Afinal de contas não sou atleta, não tenho como principal objetivo a busca de marcas e tempos, embora este seja sempre um grande motivador, e nem sou ainda membro do Cartel Endorfina (um dia ainda chego lá). Porém é notório que o meu ânimo e disposição para quaisquer outras atividades durante o dia tenha melhorado e que as minhas noites de sono são muito mais aproveitadas.

Mas voltando ao assunto, correr no Ibira é sempre algo interessante. Muita gente bonita se exercitando, buscando performances. Garotos de quinze, vinte, trinta e até mais idade andando de skate embaixo da marquise. Diversos grupinhos de corrida, com universitárias querendo mostrar o tênis novo para a amiga e perder os quilinhos extras para o verão, ou simplesmente querendo extravasar após um dia cansativo no trabalho. O casalzinho de sexagenários barrigudinhos andando rápido, mexendo os dedos das mãos para ativar a circulação. Os atletas-escravos da endorfina e os que querem assim se tornar. Os casais namorando tranquilamente nos bancos da praça do Porquinho. O pessoal da limpeza, incansável na quarta ou quinta jornada do dia. As bicicletas e patins zunindo em meio aos corredores na ciclovia da pista principal. Os corujas que travam a batalha complexa de correr no meio da trilha, mesmo à noite. A galerinha da marofa, sempre presente nas quadras de basquete e futebol de salão desde que eu me entendo por garoto. Os fardados guardas civis metropolitanos e seguranças do parque posando em suas viaturas e bicicletas. Os pontos de alongamento, oficiais ou não, finalizando ou iniciando uma sessão de exercícios e dando aos frequentadores uma paisagem artística, estática, única de pessoas em movimentos e poses dignas de um museu o ar livre.

São estas personagens nada fictícias que tornam cada volta, cada minuto de corrida na pista principal de aproximados 3km do Ibirapuera o grande motivador para continuar frequentando o parque. São elas que tornam possível a mesclagem de uma paisagem arbórea estática com a dinâmica e nervosa cidade de São Paulo.

De Pênalti eu não faço, mas com a bola rolando sim...

E o Corinthians ganhou do Cruzeiro lá no Mineirão. Mal vi o jogo, pois estava caindo de sono em função do casório da noite anterior, onde eu e a patroa chegamos às 7 da manhã em casa. Para quem não está mais habituado com a vida boêmia, isso é mais que motivo para derrubar durante uns 3 dias...

Voltando ao assunto do timão, vi o Ronaldo perder o pênalti, o que diga-se de passagem foi até previsível considerando o jeito em que ele foi para a bola. Displiscente, displiscente...

Mas no final das contas o Gordinho ainda foi lá e marcou o outro gol e deu o passe açucarado para o primeiro do Jorge Henrique. E em campeonato de pontos corridos, fazer 3 pontos fora de casa tem um gostinho especial. Parece até que são 4. Mesmo sendo o Cruzeiro, numa semana muito ruim para o time da Toca da Raposa.

E acho que escutei ele ainda dizer que não queria fazer gol no Cruzeiro, por sua história no clube!! Será que eu estava dormindo-sonhando-assistindo ou foi isso mesmo? Fazer como o Adriano fez, ao converter o gol e não comemorar, tudo bem e até aceito. Agora, pensar em não marcar o Gol?? O mínimo a ser feito é pedir para outro bater e calar a boca. Totalmente inconveniente esta declaração. Sempre defendi o Ronaldo em suas declarações, a maneira como ele se expressa em entrevistas e tal. Mas temas em que o cara realmente fala umas besterias que decepcionam até o autor da expressão "Ronaldo" imortalizada pelo Pânico na TV.

Mas vou relaxar o verbo. Afinal, em fim de semana com direito a casamento de irmã, festa junina e vitória do Corinthians, só faltava eu ter ganhado na Sena.

Mas como sequer eu apostei, acho que meu lucro foi de 100%.

Casamento às antigas

Este fim de semana foi realizada a cerimônia religiosa e festa de casamento da minha irmã. Festa muito boa, com a presença dos principais amigos dela e do Fábio e dos familiares  de ambos também.

Parabéns aos noivos, que iniciam a partir de ontem uma etapa nova em suas vidas, numa modalidade de casamento cada vez mais rara hoje em dia, a do pacote completo.

Não estou falando da festa + cerimônia + documentação civil.

É o fato de que, ao que percebo, cada vez mais casais tendem a fazer o famoso "test-drive" de morarem juntos antes da festa de casamento e cerimônia. Ou no mínimo um dos dois já moram fora da casa de seus pais há algum tempo, o que torna a transição do casamento algo muito mais tranqüilo em alguns casos para os pais e mesmo para os filhos.

E este não foi o caso da Carlinha e do Fábio, que mesmo morando numa cidade como São Paulo, com a família compreendendo caso quisessem morar juntos antes, ainda resolveram fazer o esquema às antigas, sem "Test-drives", sem antecipações.

Também né? Se depois de 8 anos de namoro não se casassem, eu matava os dois de pancada...

É até triste dizer isso mas o assunto que me traz aqui é futebol e não é o meu time.

Hoje li no Twitter de um amigo meu sobre a questão de terem colocado no Twitter Oficial do Santos, na identificação primária (A Bio), uma menção ao Robinho ao lado de Pelé. Caramba, sou Corinthiano, nada contra nenhum dos envolvidos, mas acho um exagero citar o Robinho desta maneira. Na boa, para mim é como se diminuísse o Clube, como se fosse necessário identificar o Clube por meio de pessoas.

Tá certo, ligar o clube a Pelé é uma coisa. Mas fazer o link a Robinho?? É o mesmo que tivéssemos uma redenção eterna do Real Madrid a Di Stefano ou do Barça a Cruyff

Ou seja: O Santos precisa mesmo disso??

Mensagem de Abertura

Uma pequena apresentação.

Fiz o caminho inverso da maioria das pessoas. Comecei com o Twitter para depois perceber a necessidade de montar um blog. Certamente isso só aconteceu porque eu realmente devo achar que preciso escrever mais de 140 caracteres todas a vezes que me predisponho a sentar na frente do teclado e botar os dedos para trabalhar...

Meu nome é Adriano Date e não esperem nada deste blog a não ser desabafos e comentários diversos sobre todo e qualquer assunto possível. Não sou poeta, escritor ou tampouco blogueiro de sangue, mas de vez em quando a vontade aparece, principalmente para detonar algum assunto que esteja sendo debatido por muitas pessoas num determinado momento.

Será apenas diversão, nada mais que isso. Mesmo porque não pretendo ganhar dinheiro com isso. Ao menos não ainda.

Então sejam todos bem-vindos e divirtam-se!!

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, BROOKLIN PAULISTA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Bebidas e vinhos, Esportes, Corrida
MSN - adrianodate@hotmail.com